WhatsApp

(011) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(011) 4024-2951

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(011) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(011) 4024-2951

Clique aqui e faça sua ligação

5 Fatos Que Provam Que A Família É Essencial Para A Recuperação Do Dependente

O uso de substâncias entorpecentes pode impactar significativamente a vida das pessoas, uma vez que afeta, basicamente, em todos os aspectos. No Brasil, a questão das drogas se tornou algo verdadeiramente crônico, prova disso é que apenas no sistema público de saúde brasileiro, de acordo com dados atuais do Ministério da Saúde, as despesas para tratamentos e internações ultrapassa 1 bilhão de reais, todos os anos. Apesar de todo esse investimento, os resultados não são o que se espera. Esse insucesso pode ser atribuído a falta de esclarecimento sobre o assunto ou, por exemplo, ao medo das famílias de internar seus parentes, fato que interfere na melhora e recuperação das pessoas que sofrem com a dependência. A participação ativa da família é fundamental, mas para que essa participação, de fato, aconteça é preciso que todos compreendam a importância do tratamento. Pensando nisso, separamos cinco fatos relevantes que provam que a família é essencial para a recuperação do dependente.

1- Em muito dos casos, as pessoas dependentes defendem a ideia de que usam a substância sem qualquer relação de dependência. O processo de reconhecimento também faz parte do tratamento, porque é a partir dessa consciência que se inicia a vontade de mudar, de melhorar. Para auxiliar nesse processo, a família é fundamental, porque vai servir de apoio no processo de aceitação.

2- A família tem grande importância no processo de recuperação dos dependentes químicos, pois é nela que o paciente encontra o suporte emocional e afetivo para aguentar o sofrimento natural provocado pela abstinência e os desafios da própria internação. Nem sempre o dependente químico é capaz de reconhecer a sua doença.

3- A recuperação não é fácil. A abstinência e, logicamente, os sintomas provocados por ela são intensos. Por isso, além de uma equipe qualificada e pronta para lidar com essa realidade, o suporte da família é fundamental para fazer com que o tratamento se torne, ao menos, suportável e todos os desafios sejam superados.

4- O problema da dependência química não afeta somente o paciente, mas, também, a própria família que vê sua vida modificada por causa da doença. Por esse motivo, a integração entre a clínica e a família é essencial para assegurar o sucesso da reabilitação. Oferecer os esclarecimentos necessários à família e ao próprio paciente é atuar com transparência e visando os resultados, porque, dessa forma, os familiares sentirão segurança para deixar quem amam nas mãos dos especialistas atuantes na clínica.

5- A ideia de que na internação o paciente fica completamente alheio à família, de modo que o contato com ela é limitado ou mesmo interrompido ainda é um tabu na sociedade. Ao contrário disso, uma boa clínica aposta no contato do dependente com seus familiares, objetivando estimular o vínculo afetivo e, obviamente, garantindo o bem-estar necessário para lidar com os períodos mais difíceis do tratamento.

Se você conhece alguém que está passando por situação semelhante, indique esse texto, ele pode fazer toda a diferença, ou entre em contato conosco.

WhatsApp chat