WhatsApp

(011) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(011) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(011) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(011) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

A Importância Da Família Na Reabilitação

A utilização frequente de substâncias entorpecentes é capaz de impactar profundamente na vida das pessoas, já que afeta, praticamente, todos os aspectos da vida. No Brasil, o problema das drogas é algo verdadeiramente crônico, tanto é que somente no sistema público de saúde brasileiro, conforme dados mais recentes do Ministério da Saúde, os gastos destinados a tratamentos e internações objetivando o combate às drogas ultrapassa a incrível marca de 1 bilhão de reais por ano. Mesmo com todo o investimento, os resultados não chegam nem perto do esperado. Os motivos desse insucesso são os mais diversos e vão desde a falta de esclarecimento sobre o assunto até mesmo o medo das famílias em entregar os seus parentes ao tratamento institucional, fato que prejudica a melhora e recuperação das pessoas que sofrem com a dependência. A participação ativa da família é essencial, mas para que essa participação aconteça de maneira satisfatória é preciso que todos compreendam a relevância do tratamento e a sua indispensabilidade. A Importância Da Família Na Reabilitação.

A família tem grande importância no processo de recuperação dos dependentes químicos, pois é nela que o paciente encontra o suporte emocional e afetivo para aguentar o sofrimento natural provocado pela abstinência e os desafios da própria internação. Nem sempre o dependente químico é capaz de reconhecer a sua doença. Na grande maioria dos casos, essas pessoas defendem fortemente a ideia de que usam a substância, mas não são dependentes delas. O processo de reconhecimento também faz parte do tratamento, porque é a partir dessa consciência que se inicia a vontade de mudar, de melhorar.

A recuperação em si não é um processo fácil. A abstinência, os sintomas provocados por ela, a dor de perder uma significativa fonte de prazer são sensações intensas experimentadas pelo dependente em tratamento. Por isso, além de uma equipe qualificada e pronta para lidar com essa realidade, o suporte da família é fundamental para fazer com que o tratamento se torne suportável e todos os desafios sejam, efetivamente, superados.

O problema da dependência química não afeta somente o paciente – que se torna verdadeiro refém da droga -, mas, ainda, a própria família que vê sua vida completamente modificada em razão da doença de seu ente querido. Por isso, a integração entre a clínica e a família em prol do paciente é essencial para garantir o sucesso da reabilitação. Prestar os esclarecimentos necessários à família e ao próprio paciente é trabalhar com transparência e foco em resultados, porque, dessa maneira, os familiares sentirão segurança para deixar quem amam nas mãos dos profissionais. Portanto, se você conhece alguém que está passando por situação semelhante, indique esse texto e ajude a transformar vidas.

Muitas pessoas ainda disseminam a ideia de que na internação o paciente fica completamente alheio à família, de modo que o contato com ela é limitado ou mesmo interrompido. Ao contrário disso, uma boa clínica preza pelo contato do dependente com seus familiares, visando estimular o vínculo afetivo e, obviamente, assegurando o bem-estar necessário para lidar com os períodos mais difíceis do tratamento.