WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

Dependência Química e Relacionamento Amoroso – Tudo que você precisa saber sobre:

A dependência química e relacionamento amoroso, tem uma relação bastante conturbada. Confira sobre co-dependentes, como reconhecer os sinais e sintomas de que o seu parceiro é um dependente químico e como ajudá-lo.

As drogas interferem na capacidade do dependente em lidar com questões emocionais, e tendem a ter explosões de agressão e ansiedade. Um toxicodependente tem como prioridade as drogas e tem dificuldade em gerenciar um relacionamento.

No início do relacionamento, muitos dependentes químicos escondem seus vícios, até mesmo de pessoas próximas. Porém é possível determinar se o seu parceiro está ou não escondendo o vício.

Nos tópicos abaixo, conheça os sinais de que o seu parceiro é ou não dependente químico:

A dependência química e o Relacionamento amoroso, o parceiro é dependente químico?

  • Diz que irá “dar uma saída rápida” e fica longos períodos fora;

  • Está mergulhado em dívida;

  • Com frequência fica doente;

  • Apresenta sintomas de abstinência como: náuseas, fadiga, ansiedade entre outros sintomas;

  • Marcas, em geral, no antebraço, devido a drogas injetadas;

  • Mudanças no comportamento como falta de apetite e ficam com frequência acordada durante a noite toda.

Se relacionar com um dependente químico é estar em uma corda bamba, entre dias bons e de recaídas, não é nada fácil.

O indivíduo que convive diretamente com dependentes químicos é denominado codependentes.

É frequente que o parceiro ou parceira, viva uma relação de “co-dependência”, que consiste em um transtorno, que é despertado com indivíduos dependentes químicos e relacionamentos amorosos.

No tópico abaixo, confira sobre a co-dependência em relação à dependência química e relacionamento amoroso.

Dependência Química e Relacionamento Amoroso, e o Sistema de Co-dependência

Para muitas pessoas não é necessário experimentar substâncias químicas, basta verem seus companheiros fazerem o uso excessivo de drogas e álcool, sumirem de suas casas por horas, até dia, e voltarem maltrapilhos, sem dinheiro.

Mas como posso perceber que esse relacionamento está me fazendo mal? É caracterizado pela máxima dedicação e cuidado do dependente químico, buscando a qualquer custo uma tentativa de salvá-lo do vício.

Com o passar do tempo, o familiar passa a adquirir características que podem gerar ainda mais sofrimento. É normal e aceitável que você se importe com essa pessoa e queira dar toda a ajuda necessária.

No entanto, o problema começa quando não há um limite quanto ao desejo de ajudar e obsessão por ela. Confira os itens abaixo e veja se você é co-dependente das drogas:

Você é um co-dependente das drogas?

  • Uma pessoa co-dependente tem uma visão distorcida do seu relacionamento, não discernindo o que é certo ou errado;

  • Descobrir que alguém que você ama apresenta dependência química, causa um impacto, onde a única solução é negar o problema, como se nada estivesse acontecendo;

  • Deixa de viver os seus desejos, princípios e crenças, para satisfazer o do parceiro dependente químico;

  • Esconde o comportamento destrutivo do outro, evitando conflitos. Aparenta estar feliz e satisfeito com a vida que leva;

  • Sente culpa pelos problemas do cônjuge dependente;

  • Quando você descobre que não dá pra “tapar o sol com a peneira” e não há como fazê-lo desaparecer, começa os sintomas de preocupação e desespero. Como não há controle dos problemas, começam as mentiras.

  • Neste momento, o parceiro resolve tomar o controle e tomar como sua a responsabilidade, o que torna difícil a recuperação do paciente.

  • E por fim, após tantas buscas em manter o controle, sem o tratamento adequado, o co-dependente apresenta exaustão emocional. As brigas aumentam, sintomas como depressão e ansiedade aparecem.

O resultado é desastroso, esse comportamento nocivo faz com que o co-dependente perca os amigos e familiares, seja negligente com a sua vida como: mudança de apetite e no sono devido ao modo de vida, pensamentos e tentativas de suicídio, problemas financeiros e no trabalho.

Também essa forma de agir pode ser destrutiva para o companheiro dependente.

Se você está em um relacionamento amoroso com um dependente químico, identifique os sintomas, você tem a opção de não querer prosseguir a relação ou ajudá-lo a sair do vício.

Como um co-dependente pode lidar com o vício de dependentes químicos e relacionamento amoroso?

  • De início, apoie o seu parceiro, de forma psicológica, física e emocional. Busque informações sobre dependência química para entender o que acontece na vida do seu companheiro;

  • Participe de forma ativa na recuperação do seu parceiro;

  • Tenha amor próprio. Às vezes durante o processo de recuperação, por mais que a sua atenção se volte para o parceiro, não se negligencie, se você estiver bem, conseguirá ajudá-lo melhor;

  • Incentive-o a buscar tratamento;

  • Seja empático;

  • Estabeleça limites, não faça tudo que ele parece precisar ou pede. Um dependente químico é bastante manipulador e usará da parte emocional para te ludibriar e conseguir o que quer;

  • Evite confrontos. Dependentes químicos sofrem de alterações de humor com frequência e em situações que se encontram encurralados podem ocorrer agressões físicas e verbais.

Em um relacionamento amoroso com um dependente químico, sou co-dependente?

Se estiver em um relacionamento amoroso com um dependente químico e sentir pelo menos um desses sintomas, as próximas perguntas indicarão padrões de co-dependência:

  • Sou responsável pela outra pessoa?

  • Pelas suas necessidades, escolhas ou ações?

  • Você sente culpa pelo problema do seu companheiro?

  • Você diz mais sim, quando quer dizer não pelo seu parceiro?

  • Você agrada mais aos outros do que a si mesmo?

  • Você tem necessidade de ter a aprovação do outros?

A dependência química e relacionamento amoroso podem ser uma provação, porém há uma oportunidade de ajudar na recuperação do parceiro.

Papel das clínicas de Reabilitação na Dependência Química e Relacionamento Amoroso

As clínicas de reabilitação têm um papel importante na dependência química e relacionamento amoroso. Os tipos de tratamento são variados, e também podem ser realizados pelos co-dependentes, como:

  • Internação;

  • Medicamentos;

  • Psicoterapias;

  • Grupos de apoio e autoajuda.

Em situações como essa, o ideal é que ambos ou, pelo menos, o co-dependente iniciem um tratamento, que os comportamentos nocivos possam ser modificados em centros de ajuda.

Deve-se atentar para não transformar o que era ajuda em um comportamento abusivo. O resultado dos tratamentos permite ao casal construir relações mais saudáveis.

 

5/5 - (1 vote)

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.