WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

Depressão por conta do alcoolismo: Tudo que você precisa saber

Depressão por conta do alcoolismo, você sabe o quanto tem sido agravante?

O alcoolismo é um grave problema de saúde pública, sendo muito comum estar associada com a depressão, que em geral antecede o surgimento da dependência do álcool.

Quando uma pessoa consome álcool é muito difícil definir se a pessoa está infeliz ou está com depressão.

Expressão como “afogar as mágoas”, estão sempre associados quando se trata de alcoolismo. Veja abaixo os fatores que contribuem para o surgimento da dependência:

Fatores que contribuem para o surgimento da dependência

  • Facilidade na aquisição do produto;

  • Associar a bebida alcoólica com ambiente de festa e diversão;

  • Histórico familiar de parentes predispostos ao vício;

  • Problemas não resolvidos de doenças mentais;

  • Glamourização do consumo de álcool;

  • Começar a consumir álcool muito cedo.

Quando o vício já está presente, é possível identificar os sintomas do alcoolismo como:

Sintomas do Alcoolismo

  • Tendem a esconder os vestígios do consumo de álcool;

  • Sintomas de inferioridade;

  • Dificuldade em parar de beber, mesmo já bastante alcoolizados;

  • Se afastam de amigos e familiares;

  • Bebem fora de situações sociais;

  • Apresentam sinais de: paranóia, alucinação, perda de memória;

  • falta de apetite, alteração no sono e tremores;

  • Encontram-se bastante agressivos quando são confrontados;

  • E sintomas de depressão por conta do alcoolismo.

Neste texto você verá como é a ação do álcool no organismo, quais os principais sintomas depressivos.

Como o álcool atua no organismo?

O Álcool anestesia o cérebro e também é depressora do sistema nervoso central, agindo diretamente no sistema de neurotransmissores do cérebro.

Após algumas horas, age como um depressor no sistema nervoso, que faz com que o dependente busque novamente pela substância química e compensar a angústia.

Além disso, diminui os níveis de serotonina, uma substância que interfere com a depressão.

O álcool também interfere no nível de cortisol, também conhecido como o hormônio do estresse, com isso resulta em um desejo por comidas cheias de açúcar e gordurosidade.

Os sintomas depressivos ficam aflorados, assim como a irritabilidade. Seu efeito pode variar conforme o consumo do indivíduo: a frequência, a intensidade e quantidade de substância ingerida.

Um fator observado nos dependentes de álcool é que apresentam dificuldades para reconhecer emoções e reagir a elas.

Veja um exemplo para ilustrar a situação: Quando há um rápido reconhecimento de uma expressão de raiva evita brigas.

Os alcoólatras não apresentam inteligência emocional e por isso usam a bebida como fuga dos problemas.

O uso continuado da substância, interferem no humor do consumidor, gerando irritabilidade e sintomas depressivos, também conhecida como depressão alcoólica.

Alteração do sono: Fator de risco para depressão por conta do alcoolismo

Além disso, outro fator de risco para a depressão por conta do alcoolismo é a alteração do sono, um dos principais sinais de um dependente químico.

O sono é fundamental para o bom funcionamento do organismo, inclusive para a saúde mental.

Quando ocorre do indivíduo apresentar dependência de álcool, ele apresenta alterações no sono, que aliado a outros fatores e sintomas há grandes probabilidades do desenvolvimento de uma depressão por conta do alcoolismo.

Conforme estudos, pessoas que entravam em tratamento de reabilitação com após um mês de abstinência, apenas 6% desses indivíduos ainda se apresentavam deprimidos.

Logo, é possível inferir que os sintomas depressivos em pessoas que são dependentes de álcool, podem ser tratados apenas com abstinência da substância.

Outro caso a ser observado é de que as pessoas com depressão por conta do alcoolismo tendem a consumir mais álcool pois lidam com situações no dia a dia e se agravam quando há ocorrência de eventos frustrantes e falta de apoio familiar.

Isso não significa que pessoas depressivas, necessariamente vão fazer uso excessivo do álcool.

O uso de álcool é um grande obstáculo no tratamento da depressão. Para o tratamento deve ser feito estratégia que ajude os pacientes a lidar com as situações difíceis, principalmente com a ajuda da família.

Quais os principais sintomas da depressão por conta do alcoolismo?

Somente tristeza não é sinônimo de depressão. Ela é caracterizada por pelo menos 2 semanas consecutivas com 5 a 9 manifestações de episódios depressivos, veja abaixo mais sintomas de depressão por conta do alcoolismo:

  • Humor deprimido e sentimento de tristeza e desesperança;

  • Perda de interesse em realizar as atividades;

  • Dificuldade em se concentrar;

  • Esquecimentos;

  • Inquietação e falta de agilidade no dia a dia;

  • Alteração de apetite e no peso;

  • Alteração do sono;

  • Cansaço para realizar as tarefas do dia, mesmo sem ter feito nenhum esforço físico;

  • Sentimento de culpa.

Todos esses sintomas podem ser percebidos pelas pessoas em sua volta e causam mudanças no relacionamento social e profissional. O tratamento do alcoolismo e da depressão por conta do alcoolismo devem ser realizados integrados.

Tratamento pode reduzir a depressão por conta do alcoolismo

O alcoólatra necessita de ajuda imediata, e esqueça essa ideia de que o alcoólatra precisa chegar no fundo do poço para querer se tratar, é uma ideia errônea de um todo.

É altamente recomendável que os indivíduos recebam tratamento de uma clínica de reabilitação especializada em alcoolismo e depressão.

Quando a doença já está instalada, como tratamento além de psicoterapias de abstinência do álcool, a participação em grupos de autoajuda, com palestras motivadoras e a descoberta das causas do vício ajudarão a conseguir a sua liberdade.

Os grupos de AA, Alcoólatras Anônimos, é um método em que os pacientes se reúnem em reuniões semanais para ouvir depoimentos e falar de sua luta contra o vício.

Esses tratamentos não são apenas seguros e eficazes, mas também ajudam as pessoas a se prepararem para se adaptarem de volta à vida cotidiana. 

E como mencionado acima, em casos que a depressão por conta do alcoolismo aparece com o consumo excessivo de drogas, os sintomas depressivos desaparecem com a abstinência de álcool, logo com o tratamento a depressão por conta do alcoolismo será tratada também.

Conclusão

A depressão está associada ao alcoolismo, sabe-se que pessoas com depressão estão mais propensas ao vício. E também pessoas dependentes de álcool apresentam sintomas de depressão

Para o tratamento é importante entender que não se pode esperar que se chegue no fundo do poço. Entre os tratamentos encontram-se os terapêuticos e em grupos de autoajuda como os Alcoólatras Anônimos.

Esses tratamentos para o consumo excessivo de álcool acarreta em desaparecer com os sintomas da depressão alcoólica, quando estes são causados pela dependência.

Até mesmo quando o quadro de depressão por conta do alcoolismo é mais grave, a redução ou até mesmo a exclusão do álcool causa a melhora desses sintomas.

É importante salientar que a participação da família é fundamental na reabilitação contra os vícios e também no tratamento da depressão.

5/5 - (1 vote)

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.