WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

O que a droga causa?

Você já parou para se perguntar por que tantas pessoas no mundo todo consomem drogas?

Falando dos motivos que as levam a consumir drogas, podem ser vários. Por exemplo, alguma frustração na vida, influência de “amigos”, problemas familiares, simples curiosidade, etc.

Estes são alguns dos motivos que levam as pessoas a experimentarem pela primeira vez as drogas. Mas por que elas continuam usando?

Você pode pensar que é por que elas se tornam viciadas e não conseguem mais parar de usar. E seu pensamento não está errado.

Mas e o caminho para chegar até o vício e do vício para a dependência?

Lembrando que vício e dependência não são a mesma coisa. Uma boa parte das pessoas confundem as duas, mas elas têm diferenças entre si.

O que é vício?

Vício, no sentido de consumir drogas, trata-se de um costume, algo que a pessoa repete por diversas vezes. Por exemplo, tomar uma dose de uísque todos as noites antes de dormir. Tomar uma dose de aguardente antes de cada refeição. Sempre fumar um cigarro após tomar uma xícara de café ou vice-versa.

Ou saindo um pouco do universo das drogas: roer unhas. Isso também pode ser identificado como vício.

O que é a dependência?

Dependência, como o nome já diz, é quando alguém se torna dependente da substância e não consegue mais ter controle de seu consumo.

Um exemplo para esclarecer melhor: todos nós dependemos de água para sobreviver. Se não ingerirmos a quantidade de água suficiente para o nosso corpo, isso pode nos trazer problemas de saúde que podem levar até a morte, certo?

Acontece parecido com uma pessoa dependente de álcool ou de qualquer outra droga. O organismo “cria” uma falsa necessidade da substância, como se consumi-la fosse algo vital e necessário, assim como água.

O vício, muitas vezes pode levar a dependência. E a dependência, à morte, caso não seja tratada no momento certo e pelas pessoas certas. Pessoas essas que são encontradas nas clínicas de recuperação.

Agora que você já sabe a diferença entre vício e dependência, vamos voltar a questão do início.

Por que as pessoas continuam consumindo drogas após experimentarem pela primeira vez?

Imagine uma criança pequena. Esta criança está na fase da descoberta, ela ainda está aprendendo o que é bom e o que é ruim para ela. O que pode e o que não pode ser feito.

Agora imagine esta criança colocando o dedinho em uma tomada e levando um choque. Até então ela não sabia que iria levar o choque.

O que irá acontecer nas próximas vezes que ela encontrar a mesma ou outra tomada? Muito provavelmente não irá colocar o dedo, pois vai se lembrar da última vez que levou o choque.

Pense agora na mesma criança, em uma outra ocasião, colocando o dedo em um pote de chocolate cremoso e levando o dedo até a boca. Esta criança nunca havia experimentado o chocolate. Experimenta e gosta.

O que você acha que ela fará nas próximas vezes que encontrar um pote com chocolate cremoso? Muito provavelmente repetirá a ação que teve na primeira vez, certo? Isso porque no primeiro contato ela teve uma experiência boa, prazerosa.

Agora suponhamos que um adolescente esteja entre amigos e experimente cerveja pela primeira vez. No primeiro gole, provavelmente não goste por causa do sabor diferente. Mas seus amigos o incentivam a tomar mais para que ele possa “relaxar” e ficar mais à vontade.

Então o jovem toma outras doses até que fique embriagado e se sinta mais solto, mais confiante, enfim. Em outras situações que este jovem se deparar com alguma bebida alcoólica, ele vai se lembrar que o álcool o ajuda a “relaxar” e ficar mais desinibido, de repente pode ajudar socializar com mais facilidade com outras pessoas.

Isso pode e acontece com outras drogas também. As pessoas consomem mais vezes porque trouxeram algum benefício momentâneo para elas. Não fosse assim, não usariam novamente.

Obviamente a maioria das pessoas sabem dos males que as drogas causam conforme seu uso se intensifica. Mas aquele “benefício” inicial, aquela sensação de prazer, muitas vezes pode valer a pena, pois geralmente o usuário está preocupado com as vantagens a curto prazo e não se preocupa com os imensos e contundentes prejuízos a médio e longo prazo que as drogas trazem.

Se você conhece alguém que esteja com problemas referentes ao alcoolismo e dependência química, entre em contato com a Clínicas Restituindo Sonhos. Possuímos mais de 10 anos de experiência em recuperação humana e estamos prontos para atender e ajudar a todos que necessitam de auxílio para terem vidas melhores, longe das drogas e do álcool.