WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

Pais, filhos e a dependência química.

A adolescência geralmente é uma fase da vida complicada.

Trata-se de uma fase de transição. Um adolescente não é mais criança mas também ainda não é adulto, porém está se preparando para se tornar um. Ou pelo menos deveria.

No meio desse trajeto muita coisa pode acontecer. E de fato acontece.

Além das mudanças físicas que ocorrem no corpo do adolescente, também acontecem as mudanças psicológicas onde o jovem passa a ter uma visão diferente das coisas.

Nesta fase da vida, o indivíduo passa a ter como referência não somente os familiares, mas principalmente os amigos.

E muitas vezes o adolescente tem certa dificuldade em discernir quais são as melhores amizades, aquelas que vão acrescentar coisas importantes em sua vida.

É na adolescência que a maior parte das pessoas têm seu primeiro contato com as drogas e o álcool.

Em outro artigo exploramos mais o assunto sobre o porquê das pessoas terem seu primeiro contato com álcool e drogas e você pode lê-lo aqui.

Voltando a falar sobre a adolescência, lidar com um adolescente “normal”, pode ser um grande desafio para os pais e responsáveis. Falando de um adolescente que se torna dependente químico, o desafio se torna muito maior, principalmente quando o(a) jovem não reconhece que precisa de ajuda.

Mas podemos colocar em prática algumas dicas que poderão tornar a situação menos difícil.

 Como os pais podem lidar com um filho dependente químico?

Em primeiro lugar os pais precisam entender e aceitar que o filho é um dependente químico e precisa de ajuda.

Isso significa que os pais não devem fingir que tudo está bem com seu filho(a) que é apenas uma fase da vida e que isso vai passar. Não é apenas uma fase. Vai passar se o(a) jovem tiver o apoio necessário, principalmente da família.

É fato que ter um filho(a) dependente químico é doloroso, mas também  é algo que não deve ser ignorado ou tratado com pouca importância.

Depois de os pais entenderem e aceitarem a dependência química, é muito importante demonstrar amor e preocupação para com os filhos e não encarar como um fardo, criminalizando e jogando a culpa sempre no adolescente. Ser impaciente, negativo ou indiferente não irá ajudar em nada. Pelo contrário, pode agravar ainda mais a situação e o(a) jovem pode intensificar o uso das drogas, agravando ainda mais a dependência química.

É essencial que os pais sejam amorosos, presentes e atenciosos com os filhos dependentes químicos, mas isto não significa que devem aceitar tudo que os jovens façam.

Você, pai ou mãe, é necessário ter pulso firme e repreender quando necessário. Não deixar que o dependente químico tome conta da situação e sim mostrar que você está no controle e quer ajudar.

A questão não é ser autoritário(a), e sim repreender com amor quando necessário.

Sei que falando parece ser uma tarefa fácil, mas realmente não é. Lidar com adolescente muitas vezes requer jogo de cintura. Lidar com um dependente químico também tem suas peculiaridades. Lidar com os dois casos em uma só pessoa então… Uma tarefa desafiadora!

Uma última dica que posso dar à você, pai, mãe, é que mesmo oferecendo todo amor e atenção para seu filho ou filha e ainda assim não conseguir ajudá-lo(a) a abandonar as drogas, entre em contato com a Clínica Restituindo Sonhos, clínica de recuperação para dependentes químicos.

A clínica de recuperação para dependentes químicos Restituindo Sonhos é certificada e especializada no seguimento de reabilitação para dependentes químicos e alcoólatras. Está há 10 anos ajudando famílias a ficarem livres de todo mal que as drogas causam.

Se seu filho ou filha precisam de ajuda para combater o alcoolismo ou a dependência química, entre em contato conosco! Agende uma visita! Será um grande prazer poder atendê-lo(a)!

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.