WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 97333-2909

Clique aqui e faça sua ligação

Por Que A Dependência Química Acontece?

A dependência química é um tipo de doença que acontece, prioritariamente, no cérebro, pois determinadas substâncias fazem com que o sistema de recompensa cerebral se acostume com a sensação de prazer provocada pela droga.

Existem algumas áreas cerebrais, como o sistema límbico que é responsável por mostrar tudo que é “bom” para o organismo, já o córtex pré-frontal auxilia no planejamento e controla ações. Entretanto, a pergunta que não quer calar: por que a dependência química acontece? A resposta está no sistema límbico que perde o controle das ações e principalmente dos impulsos, no planejamento e nas decisões do usuário. Havendo estímulos de prazer por parte da droga transmitindo a sensação para todo o corpo, ou seja, com temperatura agradável, emoção gratificante, alimentação e até mesmo o sexo, por meio de um curto circuito que provoca uma espécie de ilusão química de prazer induzindo ao indivíduo repetir o comportamento de maneira compulsiva. Quando há dependência química, a pessoa perde a capacidade de lidar com os problemas de vida diária e também a capacidade de decisão, bem como, de organização. Alguns dos sintomas da dependência química são, o desejo incontrolável de consumir a droga e aumentar a dose, perda de controle total e aumento da tolerância. Em casos de dependência química é essencial buscar tratamento o mais rápido possível, em grupos de apoio, como por exemplo os Narcóticos Anônimos, grupos de apoio às famílias. Pode haver prescrição de medicação para depressão ou ansiedade, e os pacientes mais graves necessitam de acompanhamento individualizado.

A motivação para o uso das drogas pode vir de diversos fatores, como, a curiosidade, a imediata busca pelo prazer ou alívio de problemas, porém nem todas as pessoas conhecem o potencial das substâncias e que podem causar dependência de fato. A dependência acarreta com o descontrole da pessoa que aos poucos se desintegra do meio social, com o objetivo de se sentir bem novamente e eliminando a sensação de mal-estar o indivíduo tende a repetir aumentando a dose da determinada substância. Quando há sintomas de desconforto são chamados de “Síndrome de Abstinência” que surge cada vez que a pessoa cessa o uso das drogas, a “tolerância à droga” leva ao consumo cada vez maior das doses com intuito de obter os mesmos sintomas do início. Também há a fissura que é caracterizada pela vontade quase que incontrolável de utilizara droga a qualquer hora do dia ou da noite.

Uma vez que o indivíduo se torna dependente químico, acontece que a doença de caráter crônico será permanente devendo ser tratada o mais rápido possível. A dependência química merece toda a atenção, pois pode acometer a família do usuário, bem como, sua vida social e particular. Quando o dependente tem uma recaída, ou seja, muitas vezes retorna ao uso da droga, é de extrema relevância que durante o tratamento o paciente tenha foco para não voltar ao vício. O transtorno não tem cura definitiva, a pessoa deve ter consciência de que sempre terá tendência de comportamento.