WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

WhatsApp

(11) 97333-2909

Unidades em todo o Brasil

Resgate 24 horas

(11) 99006-4900

Clique aqui e faça sua ligação

Venda de antidepressivos cresce na pandemia

Não é novidade que o ano de 2020 foi um ano bem difícil para a grande maioria das pessoas. Não apenas aqui no Brasil, mas em todo o mundo, literalmente. Entramos em uma pandemia logo no começo do ano que afetou diversos setores como a economia e obviamente a saúde. Inclusive a venda de antidepressivos cresce na pandemia. Iremos nos aprofundar nessa questão logo mais.

Pouco mais de um ano desde que o coronavírus passou a ser um grande problema para a humanidade, sabemos como o vírus se comporta, sua taxa de transmissibilidade, de letalidade e até temos vacinas eficazes para combatê-lo.

No entanto, a Covid-19 é apenas a ponta do iceberg. Muitos outros problemas foram desencadeados com a pandemia.

Um deles, como já falamos no começo, é a economia. O mercado financeiro logo reagiu quando a pandemia estourou, há mais ou menos um ano. Bolsas de valores de todo o mundo despencaram. E as coisas não ficaram ruins apenas para investidores em ações.

Com a forte transmissão do coronavírus, com a velocidade que se espalhou por todo o mundo, diversos setores tiveram que parar com as suas atividades. Lojas, shoppings, parques, bares, entre outras atividades comerciais tiveram que fechar.

Países da Europa como a Itália, por exemplo, rapidamente viram seu sistema de saúde colapsar, a ponto de os médicos terem que escolher quem vivia e quem morria pela falta de vagas nos hospitais.

O isolamento social foi a única saída para tentar controlar a pandemia. Obviamente que com grande parte das pessoas em casa, atividades comerciais interrompidas causaram um caos na economia. Empresas “quebrando”, pessoas desempregadas, preços de produtos e serviços cada vez mais altos. Tudo isso acabou causando também outro tipo de instabilidade. Na saúde mental.

 

Venda de antidepressivos cresce na pandemia 17% se comparada com o ano anterior

Venda de antidepressivos cresce na pandemia 17% se comparada com o ano anterior

Isolamento social, desemprego, incertezas, insegurança, tudo isso e mais um pouco acabou afetando a saúde mental do mundo. E no Brasil não foi diferente.

Um levantamento feito pelo Conselho Federal de Farmácia mostrou que quase 100 milhões de caixas de medicamentos controlados foram vendidos em todo o ano de 2020 – um salto de 17% na comparação com os 12 meses anteriores.

De acordo com Wellington Barros, consultor do Conselho Federal de Farmácia, “a pesquisa parece mostrar uma relação entre os determinantes sociais de saúde e o aumento do consumo de medicamentos. Há uma tendência de que as pessoas considerem que vários aspectos da vida social podem ser tratados com medicamentos” – complementa.

Ainda falando do mesmo levantamento, por região, há estados em que o consumo de antidepressivos foi ainda maior que a média brasileira.

O Amazonas e o Ceará, que vivem uma crise na saúde pública, lideraram o consumo durante a pandemia (29%). Na sequência, Maranhão (27%) e Roraima ( 26%). Em quinto lugar, aparece o estado do Pará (25%). Entre as principais capitais econômicas do país, São Paulo aparece em 18º lugar e o Rio de Janeiro na 20ª colocação.

Especialistas afirmam que o aumento no uso ou a dependência de medicamentos para o controle da ansiedade também podem estar ligados ao desenvolvimento socioeconômico de cada região do país. Além disso, o desemprego, a incidência de mortes pela Covid-19 e o confinamento na quarentena aumentaram a ansiedade na população. Apenas confirmando o que falamos anteriormente.

A Clínica Restituindo Sonhos ajuda pessoas a combater transtornos mentais como depressão, ansiedade, dependência química e alcoolismo. Se você precisa de ajuda para vencer algum deles, entre em contato conosco. Estamos à sua disposição.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
WhatsApp chat